Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

Matérias

Vida a Dois: meu, seu e nosso! por Ana Carolina Escobar

27/01/2020

  • Fotos: Reprodução

    Você e seu par já pararam para pensar nos desejos de cada um?

  • Muitos conflitos são evitados quando certos limites são estabelecidos!

  • Assim, ninguém se sente obrigado a abrir mão dos seus desejos e sonhos...

  • ... e o relacionamento sai ganhando!

   Oi! Feliz década nova!

   Ano novo começando e páginas em branco a se preencher com a força das recentes resoluções de ano novo. E você já pensou nas “cláusulas” de seu contrato de casamento?

   Como advogada e terapeuta, toda vez que vou pensar em cláusulas de casamento parto da seguinte premissa: “o que é MEU, o que é SEU e o que é NOSSO?”.

   Para resolver isso, é importante sempre fazermos três perguntinhas:

   “Quais são meus valores e meus limites que são importantes de serem mantidos e preservados, e que eu preciso contar ao meu par?”

   “Quais são os limites e valores de meu par que preciso saber e pensar se são possíveis de serem respeitados por mim?”

   “Quais são os nossos limites e valores?”

   Essa forma de pensar pode ajudar nos combinados de muitos tópicos da vida de vocês: dinheiro, viagens, baladas, amigos, hobbies, família, esportes, retiros espirituais... Acreditem, a lista é infinita.

   Vejam esse exemplo. Outro dia, encontrei um casal que estava profundamente chateado um com outro. Perguntei por que e me contaram que não conseguiam definir o destino da lua-de-mel, pois um queria ir para lugares exóticos, enquanto o outro somente conseguia pensar em ficar largado num resort 6 estrelas, olhando para o mar esmeralda e com uma praia deserta aos seus pés.

   Sentiam que, ao escolher um dos destinos – por mais lindo e perfeito que fosse –, significaria que um deles teria que renunciar ao seu sonho em benefício do outro. Perguntei, então, ao primeiro: “O que acontece com você quando você vai para lugares exóticos? O que desperta em você?”. Ele disse que ir para lugares exóticos o ajudava a se entender, já que ele também se sentia exótico dentro de uma sociedade que busca a padronização. Para ele, experimentar essa sensação de autenticidade na sua própria lua-de-mel seria maravilhoso.

   Fiz a mesma pergunta ao outro. Ele me respondeu que a sensação de se sentir relaxado, entregue, em um lugar sem perigo e aconchegante era um bálsamo a ele que vinha de uma família controladora e exigente, e na qual poucas vezes ele conseguia se entregar ao ócio. Usufruir desse sentimento de confiança na vida, ao lado de seu amor, era seu maior sonho, naquele momento.

   A partir daí, a conversa fluiu em outra sintonia e eles enfim escolheram seu destino: um Resort na Tailândia, com direitos a exploração de muitas rotas pelo país.

   Agora é a sua vez de conversar com seu par e colocar essas dicas em prática.

   Até o próximo mês!

   Ana Carolina Escobar
   Advogada e Terapeuta de Casais
     

Você também
pode gostar de...

Antena Yes

Cononavirus adia casamento de...

Em época de coronavírus, as notícias...

Antena Yes

Renata Dominguez aceita pedido...

O que era pra ser apenas...

Antena Yes

Danielle Cavalcante e Felipe...

Quando a equipe Yes Wedding leu...