Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

Matérias

O primeiro casamento online

08/10/2020

  • O termo online também surgiu nessa época, pois a parte da linha se refere a linha telegráfica física.

   Nesses tempos de pandemia ouvimos muito falar sobre os casamentos online. Afinal, essa foi a alternativa encontrada por muitos casais que sonhavam com o grande dia e não quiseram deixar de compartilhar esse momento com os entes queridos.

   Mas, engana-se quem pensa que esse tipo de cerimônia é algo exclusivo dos novos tempos. Na verdade, segundo Tom Standage escreveu no livro The Victorian Internet, o primeiro casamento realizado à distância ocorreu em 1876, por telégrafo.

   Tecnologia ‘quente’ da época, permitia que mensagens chegassem em alguns minutos onde antes demorariam horas para chegar. Foi nesse período que William Storey e Clara Choate utilizaram essa tecnologia para dizer SIM.

   Operador de telégrafo em Camp Grand, Arizona, Storey precisava de uma licença especial para viajar com sua noiva até a cidade na qual sua família morava. Contudo, essa licença não foi concedida e não havia quem pudesse ministrar a cerimônia na região. Diante da impossibilidade de realizarem o casamento, Storey teve uma ideia: se casar via telégrafo.

   Devidamente autorizados, começaram os preparativos para a ocasião, que contou com diversos ‘convidados’. Isso porque um dos tenentes de Camp Grant se animou com a novidade, e emitiu um comunicado para os demais operadores, para que participassem e ajudassem caso necessário.

   Assim, às 8h30 do dia escolhido, Storey e Clara estavam juntos à chave do telégrafo, trocando mensagens com o reverendo Jonathan L Mann, da Igreja Metodista Episcopal, e com o pai da noiva e mais alguns convidados. Mann leu tod a cerimônia, que foi digitada palavra por palavra por uma operadora, e lida por outro no local onde estavam os noivos. No momento do SIM, o casal pressionou a tecla indicada e assinou a transmissão com seus nomes.

   Ao final da celebração, os operadores que acompanhavam inundaram as linhas com parabéns aos recém-casados, que ganharam uma serenata à distância.

   Claro que os casamentos de hoje são bem mais sofisticados, mas uma coisa nunca vai mudar: o amor supera qualquer barreira e, não importam o tempo e as circunstâncias, sempre dará um jeito de se concretizar!
 

Você também
pode gostar de...

Editorial

AFRIKAN WEDDING...

...

Materia

Tudo sobre melasma...

Por Dra. Carla Gregório Essas manchinhas que...

Antena Yes

Decoração de casamento com...

Sim! Por que não? Essa é...