Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

Matérias

Luzes, câmeras e casamento em ação

30/12/2013

  • Foto: Getty Images

Por Mafê Giembinsky

Não adianta negar: depois que a festa de casamento passa, as únicas coisas que ficam para sempre mesmo são as lembranças (além da felicidade de ficar junto com seu amor... rs). Por isso é super importante confiar nos fotógrafos e videomakers que vão registrar seu grande dia. Afinal, serão eles os responsáveis por eternizar cada detalhe, cada gesto, e ainda no caso dos filmmakers, cada palavra de amor e carinho deste momento inesquecível.

Mas antes de sair por aí contratando a primeira empresa de filmagem que surgir com um orçamento camarada, vale a pena fazer uma pesquisa de mercado e, principalmente, de portfólio. Hoje em dia, os equipamentos de ponta são capazes de gerar inúmeras variações de textura, cor, filtro e efeitos no vídeo, e o olhar do cameraman também pode mudar tudo. Então é bacana saber com antecedência que tipo de visual e qualidade você espera ter no seu trailer de casamento antes de selecionar um profissional ou pior: antes de receber o vídeo pronto em sua casa e não gostar do resultado.

E para tirar todas as dúvidas, nada melhor do que bater um papo com quem entende do assunto. O YES WEDDING entrevistou a querida Helen Miyuki, da equipe da Operti – empresa expert em filmar ocasiões especiais –, para desvendar tudo o que os noivos precisam pensar antes de mandar apertar o play na gravação do casamento. Vale a pena a leitura!

YW: O que os noivos precisam ter em mente antes de contratar uma empresa de filmagem?

HM: Como casamentos são eventos em tempo real, ou seja, não é como o cinema que a gente consegue colocar todo mundo em um estúdio, controlar a luz, etc, quando recebemos os noivos, a gente já procura saber a que horas eles vão se casar e qual é o local do casamento para apresentarmos vídeos que sejam relacionados ao tema e poder mostrar, mais ou menos, qual seria o tipo de imagem que eles teriam como registro. Tudo depende muito do horário e de onde os noivos vão se casar. O registro de um casamento na praia ou fazenda é muito diferente do de uma igreja, por exemplo, que tem uma luz fria, não costumam ser bem iluminadas, têm uma quantidade grande de madeira como material, isso tudo interfere. E a parte de decoração também é importante pensar. Nós sempre pedimos para os noivos se lembrarem da gente e de que precisamos de luz para filmar. Ainda mais por que nós sempre evitamos usar LED, só em último caso mesmo, quando não tem saída, por que isso acaba fazendo os registros destoarem, ficarem sem unidade de imagem. Mas, como eu falei, casamentos são eventos em tempo real. A gente não controla nada do que está acontecendo, então nós acabamos fazendo muitas concessões.

YW: Quais equipamentos são os mais indicados para filmar um casamento?

HM: São equipamentos que tenham boa capacidade de captar luzes baixas, com qualidade e sem granular, para não parecer que a imagem foi mal gravada. Nós costumamos usar câmeras HDSLR, que são câmeras híbridas e também fotografam. Não raro um fotógrafo usa a mesma câmera que a gente, mas usamos essas somente para filmar. E também não adianta nada ter um carro lindo, maravilhoso e caro, e por uma roda chinfrim, então também usamos lentes muito claras para captar ao máximo a luz disponível e interferir o mínimo possível no ambiente. Os noivos fazem um investimento muito alto em decoração, talvez seja um dos itens mais caros de um casamento, então com o uso de LED estamos interferindo no clima, no ambiente, na cenografia e, fazendo isso, nós também passamos a ser notados e a base do nosso trabalho é a espontaneidade. A escolha das câmeras foi, não só pela qualidade, mas também por serem pequenas, terem mobilidade e não chamarem atenção. Fazemos o possível para sermos o mais discreto possível e a escolha dos equipamentos e da forma como nós filmamos é pautada por isso.

YW: Além da HDSLR, vocês costumam usar algum outro tipo de câmera?

HM: A câmera é sempre a mesma, mas ao longo do tempo a gente passou a usar outros tipos de equipamento. Tem essa câmera menorzinha, que é a GoPro 3, usada mais para esportes. Ela capta imagens com muito movimento; é pequena, também filma em full HD e faz um registro mais despojado. Nós costumamos usá-la mais para a parte da festa. E também, por que a qualidade é muito boa, o iPhone 5. A gente tem esses gadgets só para filmar, para fazer um registro mais solto, fun. As pessoas acabam nem reparando que foi feito com um iPhone tamanha a qualidade.

YW: O que vocês costumam priorizar na hora de filmar um evento?

HM: Nós gostamos de capturar a atmosfera, a essência do dia. É importante que a gente filme um monte de coisas, objetos, pessoa, docinhos, mas não adianta filmar nada disso se não estivermos contando uma história e, principalmente, representando o espírito do dia. É mais isso que a gente acaba buscando. Por isso é importante que não sejamos notados, que a gente capte momentos espontâneos. Gostamos de pensar que somos convidados também, mas que temos uma visão privilegiada do backstage, do palco central, uma visão de 360°.

YW: Que dica você acha importante dar aos noivos para que tudo dê certo no grande dia?

HM: Eu acho que é sempre interessante quando os noivos pensam na logística do casamento, tanto para eles, quanto para os convidados. Pensar no trânsito, em prováveis incidentes. Estamos cansados de ver noivos estressados com tudo isso, enquanto deveriam estar relaxados e curtindo. É sempre uma causa de tensão. Também na parte do horário da cerimônia, principalmente para quem quer se casar fora das igrejas e ao final do dia, que é um horário sensível, é sempre bom os noivos visitarem antes o local no horário em que vão se casar, e mais ou menos na mesma época, para poderem se programar com questões como ‘com quanto tempo de antecedência eu tenho que marcar a cerimônia?’. Pode haver atrasos, etc, então é bom prever isso antes de colocar o horário no convite. E lembrar que foto e vídeo são as coisas que ficam. Se os noivos gostam e fazem questão de fotos e vídeos legais, o casamento também já deveria começar a ser planejado pensando nisso.  

Você também
pode gostar de...

Antena Yes

Raissa Costa e José...

Quando se conheceram, Raissa Costa e...

Antena Yes

Caroline Santos e Marlon...

Mineiros morando há pouco tempo no...

Antena Yes

Feira promove benefícios para...

Reunindo dezenas de fornecedores do mercado...