Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

Matérias

Dicas para lidar com crianças nos casamentos

06/02/2017

  • Carola Montoro

    Pajem empolgado!

  • Estúdio Euka

    Crianças não escondem a emoção, mesmo!

  • Canvas Ateliê Fotográfico

    Assessoras são unânimes: se a criança não quiser entrar, não force!

  • Carola Montoro

    O apoio dos adultos é fundamental

  • Carola Montoro

    Os mais velhos também ajudam e dão segurança aos menores

  • Carola Montoro

    Daminhas nos toques finais!

  • Carola Montoro

    Turminha reunida na porta da igreja

  • Carola Montoro

    Ensaio prévio ajuda daminhas e pajens

  • Carlos Vieira

    Mães e pais devem apoiar as crianças

  • Jocemar Voss Kovacs

    Arrumar o vestido da noiva, pode?

  • Leandro Lucas

    Pajem subindo a escada, contando com a ajuda da daminha

  • Luciana Cattani

    Bem a vontade!

  • Priscilla Hossaka

    Cara de sapeca!

  • Renata Xavier

    Turminha expressiva!

  • Renata Xavier

    Alegria no altar

  • Silvia Penati

    Pajem escondido rsrs...

  • Wagner Assis

    Como resistir a um abraço desse?

  • Rodrigo Zapico

    O que será que aconteceu?

  • Canvas Ateliê Fotográfico

    Crianças sendo ajudados pelos mais velhos

  • Canvas Ateliê Fotográfico

    Crianças bem a vontade na areia

Por Christiane Aguiar

   A espontaneidade das crianças costuma dar graça e ser um show a parte nos casamentos, mas elas também são imprevisíveis, e isso pode criar situações delicadas na cerimônia.

   Para ajudar as noivas com a presença dos pequenos, conversamos com as assessoras Ana Lauand, Ana Julia Figueiredo, Viki Albuquerque, e Chris Godinho, da Duas Eventos, que deram dicas valiosas para lidar com a turminha!

  Um dos casos mais comuns é um pajem ou daminha se recusar a entrar. Nesse ponto, as assessoras são unânimes: não adianta forçar, a criança só deve ir se quiser. “Quando são muito novas, mesmo as mais sociáveis podem parar no meio do caminho ou desistir. Por isso, é essencial que a mãe ou outro adulto em que a criança confie fique por perto para que, caso ela não queira andar ou chore, pegue-a pela mão e tente acompanha-la e acalmá-la. Mas se isso não funcionar, o melhor é tirá-la do cortejo e seguir com a cerimônia”, destaca Chris Godinho.

   Outra maneira de deixá-los seguros é marcar um ensaio. “Normalmente, fazemos isso uma semana antes para que se familiarizem com a música, o local e as outras crianças que estarão no cortejo. Mesmo assim, nunca dá pra saber como será. Planejamos cada detalhe e no dia tudo pode mudar. Por isso, é preciso ter jogo de cintura para mudar de última hora e ainda assim garantir uma entrada linda”, afirma Viki Albuquerque.

   As mães também têm um papel importante nesse momento. “Elas devem ser orientadas a não deixar as crianças cheias de “obrigações”, como ‘não corre’, ‘faz direito’, etc. “Tudo o que as crianças fazem, no final, é fofo, e quanto mais natural mais bonito fica”, ressalta Ana Julia Figueiredo.

   E caso o seu desejo seja deixar os pequenos no altar, lembre-se de criar distrações para que fiquem calmos até o final da cerimônia. “Fiz um casamento com nove crianças, na qual a noiva fazia questão de todas sentadas no altar. Como solução, entreguei a elas um saquinho personalizado com jujubas. Como eram maiores, o doce ajudou e ficaram lá até o fim”, conta Ana Lauand.

   Gostou? Então, anote mais algumas dicas das assessoras para seu cortejo de daminhas e pajens:

   1 . Convide crianças que tenham, de preferência, entre quatro e sete anos, e que possuam uma relação próxima com você e seu noivo;

   2 . A mãe ou outro adulto responsável – que não seja um dos padrinhos – deve permanecer no campo de visão da criança. Isso a deixará mais segura;

   3 . Tenha mais de uma daminha/pajem, pois uma criança incentiva a outra, diminuindo as chances de algo dar errado.
 

Você também
pode gostar de...

Antena Yes

Sophie et Voilá Primavera...

Juntos há 40 anos, completados em...

Materia

Fuja das dietas da...

Dieta Dukan, low carb, jejum intermitente,...