Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

#FeSuplicyLoves

É hora de olhar para dentro!

26/05/2020

  • Arquivo pessoal
    É hora de olhar para dentro!

   É sempre hora de olhar pra dentro, mas isso nunca ficou tão evidente. Feliz da pessoa que enxerga essa enorme oportunidade de autoconhecimento agora. Mesmo que existam dores nas descobertas, esse é um processo muito poderoso. E mais feliz ainda de quem já passou por esse processo, anteriormente a esse momento.

   Eu acredito ser necessário SE AMAR pra viver bem e em paz no isolamento. Pois ao se amar e se respeitar verdadeiramente, automaticamente você ama a vida, ama aos outros e também respeita a todos. E o se amar, não é porque você é espetacular e atingiu a perfeição, e sim, porque você vai se aceitar como você é, com a história que você tem e vai acolher tudo o que você sente.

   Você tem suas sombras? Todo mundo tem! Mas se conhecendo, você sabe quais são elas e elas não te assustam mais. Uma vez reconhecidas, é possível curá-las. Porém, sem se conhecer e ignorando-as quando dão os sinais de desconforto na gente, elas não somem. Na verdade, se potencializam e vão te assombrar cada vez mais.

   Por isso, pra muita gente, conviver com si mesmo tanto tempo, pode estar sendo doloroso. As sombras vão ficando mais evidentes. A boa notícia é que onde há sombra, há luz. Onde há raiva, há amor. Um não existe sem o outro. Procure a luz, seja a luz, ela está aí, eu juro pra você.

   O processo não é imediato, e precisamos nos abrir a ele. A meditação é um caminho – e não precisa ser uma meditação como projetamos, de sentar de pernas cruzadas e se sentir Buda –, basta silenciar a mente e se ouvir internamente pelo coração. Assim como a autocompaixão, o autocuidado, o ser amor pra você e para os outros. Dê amor e colha amor.

   Eu to de olhos fechados, mas de olho nas minhas sombras. E você?

   Com carinho,
   Fernanda Suplicy

*Confira mais textos e reflexões da Fê Suplicy sobre parentalidade e autoconhecimento no perfil Mãe que Conversa! =)
 

Você também
pode gostar de...

Materia

Tudo sobre melasma...

Por Dra. Carla Gregório Essas manchinhas que...

Antena Yes

Decoração de casamento com...

Sim! Por que não? Essa é...

Antena Yes

60 anos de união:...

Já começo esse texto com uma...