Yes Wedding

O site YW está em manutenção por conta da nova versão e em breve o login estará normalizado. Obrigada pela compreensão

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest
O Yes Wedding tem o maior prazer em receber suas sugestões, opiniões e comentários. Quanto as dúvidas individuais, conforme formos recebendo, tentaremos transformá-las em pautas de matérias futuras. Obrigada e volte sempre!

Contato

contato@yeswedding.com.br
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Pinterest

Editoriais

Boho Soul

FICHA TÉCNICA

  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade e representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944547924_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944557628_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944563360_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944579787_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944589485_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944592333_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944605294_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944611936_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944622765_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944635832_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944645006_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944656425_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944668556_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944676759_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944685215_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944693996_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944708708_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944713047_thumb.jpg Boho Soul
  • Boho Soul

    Buscando ultrapassar os horizontes do mundo dos casamentos, o editorial Boho Soul carrega um propósito maior do que ditar tendências e estilos: ele fala sobre sustentabilidade representatividade, refletindo sobre a responsabilidade de usar a voz e o direito de ser quem somos, na luta pelo que acreditamos. Assim, Boho Soul deixa de ser uma marca registrada do Atelier Natasha Katherine, e passa a ser a ferramenta que encontramos para falar sobre nossas causas e a consciência que queremos disseminar. Não é um editorial, um projeto ou um time: é um novo movimento.

    Todos os vestidos são veganos (nenhum tecido ou item é de origem animal), confeccionados com tingimento natural e parte da matéria-prima reaproveitada, num processo de upcycling. A decoração foi construída sem a utilização de espuma floral (#nofloralfoam), as velas são de origem vegetal, e a utilização das flores e folhagens desidratadas ganha ainda força pela possibilidade de reutilização. A papelaria foi criada em um processo totalmente artesanal, com papel reciclado e papel de algodão.

    Sobre a representatividade, melhor escutar a voz de quem a viveu nesse editorial:

    Eu achava que o comum era o certo, mesmo que eu não me enxergasse nele: o casamento branco. Meu sonho é casar e poder vivenciar isso. Me senti em casa. Todos respeitaram e permitiram que fossemos nós. Imagino quantos casais pretos poderão ser influenciados por este editorial. Quantas mulheres pretas se sentirão inspiradas a tornar este dia ainda mais especial, e definitivamente, do seu jeito. Nos privaram de amar o nosso semelhante, de dar e receber afeto. Ter inspirações pretas nos fazem continuar acreditando que nossa ancestralidade tem potência e que temos o dever de ter e sonhar com o amor”, destaca a noiva Mayara Rosa.

    É essencial um trabalho que fotografe casais pretos. Nossos imaginários são construídos a partir da lógica de que o relacionamento de pessoas pretas não dá certo. Desconstruir essa crença, fazendo com que casais pretos se vejam, é o primeiro passo de uma sociedade menos racista. Observei o editorial como um quadro onde cada artista pincelou sua parte com o sensível toque de sabedoria que possui, fazendo assim, da arte, uma composição compartilhada de saberes”, finalizou Rafael Oliveira.


    Ficha Técnica


    Idealização e vestidos: Atelier Natasha Katherine
    Modelos: Mayara Rosa e Rafael Oliveira
    Decoração: Bohemian Village
    Local: Villa Mandacaru
    Beleza: Paulo MakeUp
    Fotografia: Gabriel (Rara Fotografia)
    Vídeo: Guilherme Paiva
    Buffet: Miscellany Buffet
    Traje do noivo: VG Dândis
    Papelaria: Vem ver o Sol Nascer
    Acessório de cabelo: Grattoni Flores
    Sapato: Le Lanfredi
    Bolo: Giovanna Favarati
    Louçaria: Ritz Festas
    Mobiliário: Lunika Locações de Móveis
    Fitas: Carretel Fitas Artesanais
    Lapelas: Botounniere Lapelas
    Almofadas: Molah Studio
    Roupa de mesa: Luna Table Decor
    Assessoria: Afrowedding
    Tiara: Atelier Girardi 

    ../fornecedor// /ctrl_public/arqs/2020/8/10/944724742_thumb.jpg Boho Soul
Ficha Técnica

Você também
pode gostar de...

Antena Yes

Jasmine Tookes anuncia noivado!...

Querides leitores, o amor está, definitivamente,...

Antena Yes

Pronovias lança coleção bridal...

#WeDoEco. Esse é nome da nova...

Materia

Tendências de primavera na...

Nós sabemos que já faz tempo...